A verdadeira força

verdadeira força

A verdadeira força

Você nega tanto a rigidez e a violência que houve em seu passado
e se repete em seu cotidiano,
que quando precisa demonstrar sua própria força, não consegue…
você se faz fraco. Esta fraqueza se demonstra de forma
passiva – submissa, ou ativa – agressiva.
Passivo ou ativo, você é tão violento quanto a violência que rejeita.
E todo violento está negando algo.

Ser forte é honrar a vida como ela é. O passado como ele foi.
As coisas como elas são. Somente assim, você toma posse da sua força real,
que pode mover montanhas, ou mantê-lo em equilíbrio, no meio do furacão.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: