Discernimento

20170615_154403.jpg

Discernimento

Vagarosamente andando na trilha do autoconhecimento. Os medos, as dúvidas, as compulsões, as mentiras, as negações surgem. Surgem também a paz, a conexão, a fé, a amizade, a gratidão. A mente se apressa em querer um lado e excluir o outro. O apego ao que é bom e belo, a rejeição àquilo que faz mal e causa dor.
Algo em silêncio pode escolher. Algo além da perturbação mental, além dos apegos… Escolher somente olhar. Observar. Não se apegar nem ao bom e belo, nem ao ruim e doloroso. Enquanto excluir algo, este algo teimará em se fazer presente.
Parar é o mais importante. Porque a agitação é o pano de fundo para a confusão e autoengano. Parar para discernir. Além disso, nada é mais necessário. A vida continua andando e o mundo continua girando em torno do Sol, apesar dos nossos esforços em fazer com que gire em volta do nosso umbigo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: