Não se perca nos conflitos

autoconhecimento

Você está sendo chamado para olhar para suas sombras. A lição é manter-se atento, observando, sentindo “onde está pegando”, sem cair na tentação de achar que o outro é o culpado pela sua dor. Isso inclui seus conflitos internos. Relaxe. Se não consegue vencer seus vícios, cumprir suas expectativas, obedecer àquilo que você mesmo determina, dominar sua mente, evite a tendência de entrar no mecanismo de autoflagelo. Sombra e luz, dentro de si, podem residir em paz, se você evitar acreditar que um é melhor que outro.

Vícios convivem com virtudes. Ação, com inação. Amor, com ódio. Cuidado, com desprezo. Prazer e dor. Espiritualidade e materialismo. Vida e morte. Perceba o poder do Amor maior, ao permitir-se incluir tudo isso. Olhar para esta grande brincadeira universal, que nos faz fugir de algo e perseguir outro algo, prolongando a eterna roda da insatisfação.

Sei, dói perceber tantas coisas incômodas em nós mesmos. Porém, este incômodo é gerado, principalmente, porque acreditamos que existe algo mau em nós mesmos, que não deveria existir. Tudo o que existe, faz parte. De bom ou mau. Às vezes, este algo “mau” nos leva. Às vezes, o “bom” nos arrebata.

A grande questão é: evite a guerra. Externa ou interna. Levante a bandeira de paz. Paz, significa observar, sem tomar partido. Deixe que os outros tenham sua própria opinião. Deixe que você tenha suas contradições. No caminho do autoconhecimento, não existe um certo ou errado onde chegaremos. Tudo são lições para desvelar quem você verdadeiramente é. Se seu coração vibra naquilo que estou dizendo, sinta. Sente-se. Respire. Ore. Deixe estar.

Alex Possato

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: