A depressão de Whindersson Nunes e eu

Fui pego agora pouco de (não) surpresa pela notícia de que Whindersson Nunes está depressivo, sem vontade de viver. Dias destes postei sobre o impulso de morte que também sentia. E entendo ele perfeitamente. É um jovem talentoso e extremamente bem-sucedido, assim como Neymar e tantos outros, mas passam pelos mesmos dramas existenciais que todos nós, do lado de cá – milhões de pessoas que não alcançam o destaque deles e também vivenciam a mesma sensação de “falta de sentido”. A única diferença é que (talvez) nós continuamos correndo atrás do sucesso pessoal, profissional, nos relacionamentos, a cura da família, do corpo ou espiritual, achando que o dia em que obtivermos estes sucessos, seremos felizes.
Já vivi o bastante para entender que não. Não é aquilo que conquistamos que nos aproxima da paz interior que tanto queremos.
As conquistas e perdas da vida são simples instrumentos de um jogo maior, chamado “conheça a si mesmo!”. A grande pergunta é: como você lida com as conquistas na sua vida? Como você lida com as perdas na sua vida?
Você permite suas emoções fluírem, desde a raiva mais grotesca, a decepção mais gritante, a tristeza mais profunda, a culpa mais destrutiva até o amor mais arrebatador?
Os grandes traumas na sua alma estão pedindo para serem vistos. Traumas seus e dos seus antepassados. Vou dar um exemplo bem simples: ao ver seu pai fracassar financeiramente, você acredita que, se for uma pessoa bem-sucedida, toda a dor estará redimida. Quem sabe você até poderá pagar uma vida muito boa para este pai, como se isso fosse ajudá-lo a ser mais feliz. E lógico que de nada adiantará. Nem ele, nem você ficarão mais felizes com isso.
Qual é o pedido do universo? Que você aprenda a lidar com o fracasso. Saber lidar com as próprias dores, em algum momento, levará você a uma certa calmaria. E então virá o vazio… A paz.
Tudo isso convidando você a desacelerar. Curtir. Observar. Viver com menos expectativas. Viver, somente, viver.

Alex Possato

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: