Por que atraímos doenças e infortúnios? (vídeo)

O “vínculo” inconsciente que temos a pessoas e situações do passado familiar, muitas vezes desconhecidas, faz com que repitamos dores, doenças, problemas, que de certa forma, sinalizam para a cura que o sistema deseja. Esta é a explicação da constelação familiar. Mas a ciência também começa a encontrar algumas possíveis explicações para a repetição de traumas de geração em geração, através da epigenética. Alex Possato fala um pouco sobre este mecanismo, e a possibilidade de desligar-se dos efeitos destes “vínculos” através do autoconhecimento e terapia.

 

Como honrar o pai que nos feriu? (video)

 

A energia equilibrada do pai, dentro de nós, nos leva para se aventurar, conquistar o mundo! Mas como podemos tomar posse desta energia, quando temos tantas mágoas justificadas em relação ao nosso pai? É o que Alex Possato explica, a partir do olhar terapêutico da constelação familiar sistêmica

Mãe: a cara do sucesso! (vídeo com Alex Possato)

Qual a relação entre a mãe e a sua capacidade de ir para a vida, desafiar-se, demonstrar seus dons e talentos? Por que a conexão com a mãe é fundamental para termos autoconfiança? É o que Alex Possato explica neste vídeo, falando sobre a visão da constelação sistêmica e da necessidade do resgate da confiança em relação à mãe, para que possamos estar bem conosco, e consequentemente, com a vida.

 

 

Jornadas de constelação em Brasília!

alex em brasilia

Estou chegando em Brasília para mais uma rodada de Constelações Sistêmicas, palestra vivencial, encontros, treinamento, grupo de homens… muita cura, bate-papo e também diversão, afinal, a gente faz terapia é para ser feliz!
A partir de amanhã, quarta-feira, no Medical Center – 607 Norte!

Palestra vivencial sobre sucesso, sentido de vida e constelação familiar
27 de setembro (quarta-feira) das 19h00 às 21h30

Constelação Familiar Sistêmica em grupo
28 de setembro (quinta-feira) das 15 às 21 horas

Projeto Incluir – Laboratório de Constelação Familiar Sistêmica
29 de setembro (sexta-feira) das 15 às 20 horas

Treinamento de Constelação Familiar Sistêmica
30/09 e 01 de outubro (sábado e domingo) das 9 às 18 horas

Diamante Bruto – encontro sistêmico para homens
02 de outubro (segunda-feira) das 18h30 às 22 horas

Aguardo você!!!

 

Alcoolismo: o que há por detrás?

Gente! Um brinde ao meu novo video! O tema? Alcoolismo… Quer saber o que a constelação fala sobre o vício no álcool? Quer entender o meu processo como alcoólatra, e o trabalho para deixar a compulsão? Caminhos para também poder sair do vício? Dê uma olhadinha!!! Tim-tim!!!

Existem diferentes constelações familiares? (video com Alex Possato)

 

Olá, pessoal! Novo vídeo no pedaço… Existem diferenças nas constelações familiares? Quais são elas? Resolvi falar um pouco sobre este tema, já que tantas pessoas às vezes me procuram e falam sobre diversas formas de constelação que viram… Por que isso acontece? Este é o tema que abordei…

 

 

Constelação Familiar é terapia (video Alex Possato)

 

Neste novo vídeo, Alex Possato explica que, com o desenvolvimento da constelação no Brasil, às vezes perde-se a referência de que constelação familiar sistêmica é terapia. E fala sobre alguns pontos importantes que caracterizam a constelação, como por exemplo, a necessidade de uma questão, um problema com urgência para o início de um trabalho terapêutico.

 

Constelação pode fazer mal? (vídeo)

Oi, gente! Vídeo novo no ar!!! Constelação Sistêmica pode fazer mal? Quais sintomas ocorrem, antes, durante e após o processo? E a vida? Será que muda para melhor? Ou “dá um chacoalhão” antes? É o que abordo, neste vídeo! Bom proveito!!!

Alex Possato

 

Treinamento de Constelação Familiar Sistêmica (vídeo)

Gente! Entrando em nova fase dos meus trabalhos, lancei este vídeo “inédito” falando sobre o treinamento de constelação familiar sistêmica que desenvolvo desde 2012, em algumas cidades brasileiras, curso que já atendeu algumas centenas de alunos (muitos dos quais já estão se utilizando do conhecimento para seus trabalhos e profissão!)

Falo especificamente sobre a influência do Movimento do Espírito de Bert Hellinger, na minha forma de proceder com a constelação; do profundo mergulho nas questões pessoais que o aluno realiza, durante o curso; do treino e prática intensiva realizados nos módulos; da abertura para a participação nos meus trabalhos terapêuticos de grupo – permitindo aprimorar-se na técnica e também um dos maiores diferenciais: o laboratório de constelação familiar (Projeto Incluir), onde o aluno irá, sob supervisão, conduzir constelações em grupo, atendendo pessoas da comunidade e ganhando experiência para o momento em que se sentir capacitado a iniciar o próprio trabalho.

O vídeo é curtinho! Dá uma curtida e não se esqueça de assinar o Canal Constelação Essencial no Youtube, para receber sempre os vídeos novos que eu irei subindo semanalmente!

Crianças carentes no mundo dos negócios

criancanegocios

Muitas vezes, partimos pelo mundo dos negócios ou do trabalho autônomo como crianças carentes. Nosso “eu pequeno e ferido” fica apegado ao reconhecimento, à necessidade de valorização, de ser aprovado, seja pelos nossos clientes, nossos funcionários, companheiros de trabalho, parceiros, mas como a parte que está comandando nossos atos é uma criança carente, mais cedo ou mais tarde iremos nos defrontar com a carência, a falta de reconhecimento e valorização. Esta é a lei psíquica que diz: atraímos aquilo que vibramos.

Solução? Olhar para a criança carente dentro de si. Esta criança está tentando provar algo aos pais ou àqueles que a criaram. Em geral não se sentiram reconhecidas, validadas, valorizadas… passaram por traumas profundos ou pequenos traumas diários, que resulta no mesmo: um ser assustado, revoltado, medroso, confrontador, que tudo faz para provar para “alguém” que vale a pena, que é um ser que merece respeito…

Mas este “alguém” é um fantasma. Que habita o inconsciente há décadas. Nunca seremos validados por “eles”. Essa história já passou faz tempo!

Se você é uma pessoa que percebe repetir fracassos nos seus projetos, pergunte-se: qual é a verdadeira motivação que me move? A quem estou querendo provar o meu valor? Qual é a dor da minha criança que não soube integrar? O que não aceito na minha história passada?

Conheço isso. Perdi tudo o que tinha. Movido por uma revolta infantil, num corpo de adulto. E tive que olhar seriamente para o meu psicológico. Reconhecer que fui eu o responsável pelas consequências dos meus atos. Uma criança revoltada e carente, querendo empreender. E tudo bem. Porque aprendi através das birras, das negações, da preguiça, da falta de foco, do uso indevido do dinheiro. Graças a isso, comecei a crescer… olhar para o passado e ver que meus pais deram verdadeiramente o que era importante para mim. E que eu teria que curar minhas próprias dores, mas com um olhar de respeito e reverência em relação a eles. E que precisava andar pelas minhas próprias pernas. Deixar meus pais e seguir meu próprio caminho. Como adulto… E fazer do meu sucesso, o sucesso deles… afinal, o que os pais mais desejam, no íntimo, é ver os filhos se darem bem na vida. Não é isso?