Treinamento em Constelação Familiar Sistêmica – São Paulo 2019

folder SP2019

Gente! Já está e pleno vapor as inscrições para a 8ª Turma de Treinamento em Constelação Familiar Sistêmica de São Paulo! Iniciaremos em fevereiro de 2019! E como sempre, tenho prezado pelo ensino bem particularizado e direcionado, trabalhando com turmas pequenas, até 35 pessoas. Meu compromisso com você que deseja se “Iniciar” nesta arte de ser facilitador sistêmico é dar todo o apoio necessário para realizar esta jornada, mergulhando na constelação familiar profundamente, entendendo na prática os conceitos de Bert Hellinger e treinando muito. Muito mesmo! Você terá a sua disposição a participação livre nos meus trabalhos de constelação, mas um grande diferencial é poder treinar desde o início no Projeto Incluir – o Laboratório de Constelação Familiar Sistêmica, que irá lhe preparar para lidar com grupos, atender clientes e “soltar” o seu lado terapeuta!
A jornada é instigante e nem sempre fácil. Para facilitar constelação, temos que permitir que a constelação faça parte da nossa vida, da forma como agimos diante da nossa família, e além disso, entendendo as Ordens do Amor em todos os setores que atuamos. Isso vem aos poucos, e os ganhos são imensos! A sensação de liberdade e leveza é indescritível. Subitamente, nos descobrimos terapeutas, de uma forma orgânica e natural. Assim é a forma como aprendi. E assim é a forma como ensino. Se sentir de fazer parte desta nova turma, fale conosco! Será uma experiência única e inesquecível, pode ter certeza disso!
Alex Possato

Datas:

Módulo 1 – 09 e 10  de fevereiro de 2019 (Ordens do Amor)
Módulo 2 – 23 e 24 de março de 2019 (Pais e Filhos)
Módulo 3 – 13 e 14 de abril de 2019 (Relacionamento Afetivo)
Módulo 4 – 18 e 19 de maio de 2019 (Ordens da Ajuda)
Módulo 5 – 15 e 16 de junho de 2019 (Movimento do Espírito)
Módulo 6 – 20 e 21 de julho de 2019 (Constelação Familiar na Prática)
Módulo 7 – 17 e 18 de agosto de 2019 (Técnicas de atendimento individual)
Módulo 8 – 28 e 29 de setembro de 2019 (PNL e constelação sistêmica – aprendendo a ler o seu cliente)
Módulo 9 – 19 e 20 de outubro de 2019 (Prática em grupo e individual e entrega de certificados)

Horário: das 9h00 às 18 horas (sábado e domingo)

Local: Leques Brasil Hotel (5 minutos do metrô São Joaquim)
Rua São Joaquim, 216 – Liberdade – São Paulo

Valor: R$ 7.200,00 (10 x R$ 720,00) ou 5% de desconto à vista
Inscrição: R$ 720,00 no ato da inscrição (será considerado como a primeira parcela do Curso)

Para se inscrever clique aqui e preencha o formulário

Informações: cursos@alexpossato.com ou (11) 99791-7211 com Patricia

São Paulo – Curso de Constelação 2019

Treinamento de Constelação Familiar Sistêmica (vídeo)

Gente! Entrando em nova fase dos meus trabalhos, lancei este vídeo “inédito” falando sobre o treinamento de constelação familiar sistêmica que desenvolvo desde 2012, em algumas cidades brasileiras, curso que já atendeu algumas centenas de alunos (muitos dos quais já estão se utilizando do conhecimento para seus trabalhos e profissão!)

Falo especificamente sobre a influência do Movimento do Espírito de Bert Hellinger, na minha forma de proceder com a constelação; do profundo mergulho nas questões pessoais que o aluno realiza, durante o curso; do treino e prática intensiva realizados nos módulos; da abertura para a participação nos meus trabalhos terapêuticos de grupo – permitindo aprimorar-se na técnica e também um dos maiores diferenciais: o laboratório de constelação familiar (Projeto Incluir), onde o aluno irá, sob supervisão, conduzir constelações em grupo, atendendo pessoas da comunidade e ganhando experiência para o momento em que se sentir capacitado a iniciar o próprio trabalho.

O vídeo é curtinho! Dá uma curtida e não se esqueça de assinar o Canal Constelação Essencial no Youtube, para receber sempre os vídeos novos que eu irei subindo semanalmente!

Tornar-se facilitador de constelação familiar sistêmica: 4 dicas (video)

E aí gente? O meu mais novo vídeo está no ar! Agora no novo canal do Youtube, Constelação Essencial, criado especialmente para postar muito, mas muito material mesmo sobre constelação familiar sistêmica, constelação estrutural e organizacional, autoconhecimento e terapia! Curta o vídeo! Assine o Canal, que começa a engatinhar!!!

Neste primeiro vídeo explico os itens que influenciam o “despertar” da constelação familiar sistêmica em si – o que pode indicar uma vontade da alma de se aprofundar neste caminho de autoconhecimento. Quem sabe tornar-se um facilitador?

Auto obsessão e doenças do constelador

somos-amor

 

Muito ouço falar das possibilidades de captarmos energias psíquicas negativas, e que isso pode influenciar no nosso comportamento, na forma de sentirmos emoções, nos pensamentos e até no corpo físico. Acredito que isso é real. Principalmente no trabalho que realizo, como facilitador de constelação familiar sistêmica, onde lidamos com dores e exclusões severas, sentimentos negados, suprimidos… e quem conhece nosso trabalho, sabe que a energia do campo às vezes fica tão intensa que temos a sensação de poder “pegar” no ar, tamanha é a densidade e profundidade que mergulhamos. Será que parte desta energia pode “ficar” com o facilitador? Bem, vamos com calma…

Recebi ultimamente algumas pessoas que trabalham como terapeutas sistêmicos, e vêm passando por problemas de saúde, ou estão sendo tragadas por compulsões diversas, neuroses, desequilíbrios em setores da vida… Sempre orientei a necessidade de nos ancorarmos em algo que nos dê apoio físico, mental, psíquico e espiritual. Sejam trabalhos de outros terapeutas, mas também caminhos espirituais que façam sentido para a pessoa.

Porém, precisei viver na própria pele a sensação de ser tragado pela compulsão e vivenciar alguns episódios de síndrome do pânico, para perceber que estava falhando neste sentido. Deixando minha prática espiritual de lado. Desacreditando do meu caminho. Parando de meditar. Permitindo que vozes internas me desmotivassem, me enchessem de críticas, condenações, comparações, neuras diversas… Aos poucos, sutilmente, a obsessão foi se instalando. Começa com a ansiedade. A ansiedade me faz acreditar num monte de bobagem, por exemplo: meu dinheiro vai acabar. Eu vou ficar doente. Alguém querido vai morrer. Tem gente com inveja de mim. E para aliviar, dá-lhe cerveja e vinho! E comida! O que só camufla o sintoma. Tal qual uma panela de pressão, uma hora o corpo explode!

Então, creditar unicamente ao fato de lidarmos com energia intensa a causa da doença do terapeuta, é até injusto, não é mesmo? Mesmo porque, já lido com este trabalho há alguns anos, e sei muito bem que quando estou em paz com meu caminho espiritual, tudo flui…

Quando falo em prática espiritual, algumas pessoas podem imaginar coisas mirabolantes, místicas, esotéricas. Sim, eu tenho algumas destas práticas… porém, me refiro a algo muito mais simples: meditar. Equilíbrio mental. Não se perder exageradamente nos prazeres. Aprender a falar: sinto muito! Me perdoe! Eu te amo! Muito obrigado! Lógico, as pessoas que magoei e que me magoaram, nesta vida, são muitas… e é difícil dizer estas palavrinhas mágicas à elas. Mas quem disse que a vida na Terra deve ser fácil? Esta não é a grande lição? Aprender a amar o próximo como a ti mesmo?

Por isso, às pessoas que me procuraram, e algumas que irão me procurar, terapeutas com problemas, a dica é essa: não descuide da sua faxina interna. Nosso coração, como dizia Chico Buarque, “é um pote até aqui de mágoa”… mas não precisa ser. Rancores, protestos não enunciados, raiva reprimida ou até mesmo amor não dito, precisam ser liberados. E se você é constelador, tenha certeza: será desafiado exatamente no ponto onde ainda está falha a sua conexão com o coração. Com o Amor maior. Pois assim é a terapia que Bert Hellinger nos legou: aquilo que excluímos, energeticamente, fará força para ser incluído. Aquilo que nossos pais e antepassados excluíram, cabe a nós incluir. Por que? Para treinarmos nesta profunda arte, que é a razão da nossa existência: a arte de amar. Abençoada a hora que podemos olhar para a nossa doença como um emissário divino, nos conduzindo ao amor… Não sei se aprendi a lição. Mas já olho com bons olhos para os sintomas…

Curso de Constelação Familiar Sistêmica – São Paulo 2015: Parabéns, pessoal!!!

Parece que este grupo de São Paulo – 2015 passou “várias vidas”… e quem sabe foi isso mesmo. Todos nós sorrimos, choramos, gritamos, ficamos com raiva, em alguns momentos tínhamos vontade de fugir para não mais voltar… Cada um, da sua maneira, deu conta até onde conseguiu dar conta, e todos que passaram pelos trabalhos, foram beneficiados… e também deram de si para que a alquimia sagrada da constelação familiar pudesse acontecer.

E enquanto isso ocorria, o ensinamento ia sendo incorporado, lentamente, não linearmente, intuitivamente, da forma como aprendi com Theresa Spyra, que viu despertar seus dons como facilitadora e instrutora através do trabalho de Mimansa, que por sua vez, bebeu na fonte original: Bert Hellinger.

Com alegria, percebi muitos dos corajosos estudantes conseguindo “se abrir” para o campo fenomenológico sistêmico, e sair da mente racional. E desta forma, perceberam, eles mesmos, maravilhados, as constelações começarem a ocorrer quase que espontaneamente! Sim… quase, porque sem este estado de presença, sem esta capacidade de perceber o campo e ao mesmo tempo, sem deixar que as próprias emoções, pensamentos e a energia do trabalho “contamine” o canal do facilitador, a constelação não se desenvolve a contento.

Por isso, parabéns! Vocês deram o primeiro passo no mistério que é viver a vida através do movimento sistêmico! E isso é muito mais que adquirir uma habilidade terapêutica. Na verdade, a habilidade já existe, e requer prática, desenvolvimento contínuo. O Curso é um “start”… Mas aprender a “sentir” o campo, ahhh…. isso não tem preço!

Aprender a “sentir sistemicamente” auxilia você a entrar e sair nas relações, com uma acertividade incrível. Auxilia o seu movimento do “aguardar” e respeitar fluxos e ciclos. Mostra claramente onde você está “forçando a barra”, seja num trabalho, num projeto, numa relação ou consigo mesmo. Abre espaço para ter compaixão de pessoas e situações que antes você negava com veemência, e até, violência.

Não tenho nenhum medo de dizer: a partir do “sentir sistêmico”, você se mostra um ser humano mais íntegro, puro, amoroso… Veja bem: você se mostra… não se transforma em algo melhor. Porque não existe algo melhor que você. Aquilo que você pode manifestar nesta vida, já está em si, e a constelação auxilia no processo de desempedir as nuvens ilusórias que encobrem a sua própria beleza, espontaneidade e amor.

Contem comigo e com o grupo! De forma prática, há muito o que aprender e treinar, a partir de agora. Participem do Projeto Incluir, venhum nos trabalhos que realizo. Façam um ou outro módulo que acharem necessário… Eu não me acho pronto, e também continuo treinando. Às vezes, vejo a Mimansa, que não é nenhuma “mocinha”, frequentando cursos e se aperfeiçoando…

Mas se não der, tudo bem também. Podemos receber as bênçãos de uma egrégora sempre que a olharmos com respeito, entendendo, com o coração, que “nós somos parte dela”… e dentro dela, somos pequenininhos, pequeninhos… Porém, somos parte desta família, assim como somos parte da nossa família de sangue! E somos parte de toda a família humana. No mais profundo, a exclusão é só uma ilusão, originada em algum momento muito antigo, onde alguma dor não pôde ser digerida… Este ilusão, cedo ou tarde, irá ceder…

Você faz parte! E sempre fará! Gratidão por compartilhar o seu Ser comigo!

logo alex possato 4