Abortos, natimortos e insucesso (vídeo)

Muitas pessoas têm um padrão comum: começam coisas e não acabam. Deixam cursos, projetos, relações, planos, empresas, carreiras, tudo por terminar. Até se dedicam, às vezes realmente dão o melhor de si, mas parece que os planos não vingam. Começam, crescem, e quando parece que vai dar certo… não vinga! Uma das possibilidades é que esta pessoa está vinculada à energia de aborto, natimortos ou crianças com morte precoce. Geralmente da mãe ou avó. E por isso seus planos abortam. Crescem até um ponto, mas não frutificam totalmente. É sobre este aspecto da constelação familiar que Alex Possato irá falar com você!

 

Por que atraímos doenças e infortúnios? (vídeo)

O “vínculo” inconsciente que temos a pessoas e situações do passado familiar, muitas vezes desconhecidas, faz com que repitamos dores, doenças, problemas, que de certa forma, sinalizam para a cura que o sistema deseja. Esta é a explicação da constelação familiar. Mas a ciência também começa a encontrar algumas possíveis explicações para a repetição de traumas de geração em geração, através da epigenética. Alex Possato fala um pouco sobre este mecanismo, e a possibilidade de desligar-se dos efeitos destes “vínculos” através do autoconhecimento e terapia.

 

Como podemos ajudar alguém? (vídeo – parte 1)

Gente, vídeo fresquinho, sobre o que é realmente “ajudar” alguém, sob a perspectiva das Ordens da Ajuda… vejo muitos colegas se perdendo na “dó”, ou na “projeção” dos próprios problemas, ou ainda, querendo forçar as pessoas a mudar (mesmo que elas passem por problemas)… Como a constelação vê isso? É o que eu falo, neste novo vídeo!!!

 

Treinamento de Constelação em SP! Início em fevereiro!

Alex Possato fala neste vídeo como é o curso de Constelação Familiar Sistêmica que ele conduz, explica um pouco o conteúdo e a forma como é passado o conhecimento sistêmico, e anuncia a sétima turma em São Paulo, que se iniciará em fevereiro de 2018:

Atuo com constelação familiar sentindo o processo muito além da terapia – embora entenda que este é o ponto de partida de todo o processo: buscar soluções para a cura emocional e comportamental. Seguindo os últimos movimentos de Bert Hellinger, o criador do método, busco trazer o silêncio, a conexão com o mais profundo do ser , a ampliação de consciência,  e percebo  meus alunos cada vez mais abertos para captarem o método de forma intuitiva, espontânea, não-linear.

O Treinamento de Constelação traz transformações profundas, em primeiro lugar, ao próprio aluno, que entra em contato com o seu  sistema familiar e tem a possibilidade de ver inúmeras dores antigas se transformarem em força,  leveza e compaixão, dando segurança para seguir a própria vida. E gradualmente, o aluno vai percebendo que a constelação familiar sistêmica começa a fazer parte do seu trabalho, da sua forma de pensar e agir no mundo – seja pessoal, familiar, ou seja profissional.

Treinamos intensamente o atendimento em grupo e individual. Aprendemos as técnicas de entrevista para chegar na “questão a ser constelada”. Experienciamos o olhar sistêmico, que necessita uma “supra-visão”, onde sentimos intensamente o campo fenomenológico, com suas sensações emocionais, intuitivas e energéticas. A mente racional é convidada a atuar em segundo plano, dando ao processo terapêutico uma fluidez orgânica e uma eficiência e acertividade maior. Experimentamos o atendimento individual, através das técnicas de âncoras, bonequinhos ou constelação na imaginação.

Bem… esta é a viagem que você está convidado. O mergulho, como disse acima, é profundo. Não há como despertar a energia da constelação familiar sistêmica em si, sem entrar “de cabeça” no método, investigando detalhadamente seu sistema familiar e ancestralidade. Por isso, muitas vezes não é confortável. Muitas curas ocorrerão, e muitas vezes você se sentirá provocado – afinal, tem tanta coisa inconsciente em sua mente que não tem mais necessidade de permanecer, não é mesmo? Mas, afirmo com clareza: é libertador. Aos poucos, no seu próprio tempo,você acessará um campo de paz, silêncio e sutil alegria, de onde recebe toda a força, intuição e poder do seu próprio sistema familiar. E sem medo, conseguirá utilizar a constelação na própria vida, e também em seu trabalho, se esse for o seu caminho de vida.


O método

Meu método de trabalho é extremamente prático. Utilizo a energia e questões que o grupo traz, em cada encontro, como ponto de partida dos trabalhos. Embora em cada módulo tenhamos um tema pré-estabelecido, com toda a parte teórica apostilada, percebo que é praticando constelação que aprendemos constelação. Não utilizo muitos elementos tecnológicos. O meu foco é você, como ser humano, com capacidade de se sintonizar com o campo fenomenológico, sentindo e intuindo o processo. Uso músicas no processo, de inspiração espiritual muitas vezes, ou instrumental, ou ainda, músicas específicas para determinados processos terapêuticos importantes. A meditação é um recurso que também utilizo bastante. Seja em silêncio, seja meditação conduzida ou ainda, através de músicas. Desejo, assim, auxiliá-lo a conectar-se com um espaço de silêncio interno, de onde você consegue acessar com mais facilidade as habilidades para o trabalho com constelação familiar sistêmica. E treinamos, treinamos, treinamos. Em duplas, trios, quintetos… Até você dar conta de lidar com um grupo maior…


Projeto Incluir – o laboratório prático de constelação familiar sistêmica

Como aluno do curso (e também após terminá-lo), você tem acesso livre ao Projeto Incluir – o laboratório prático de constelação familiar sistêmica, onde você irá atender pessoas da comunidade, com questões para serem consteladas, sob minha supervisão, e depois teremos espaço para discussões, avaliações e aprendizados mútuos. Além disso, como aluno, você pode participar das minhas constelações em grupo de forma livre. Além do aprendizado, é importante estar “ancorado” na energia do grupo de constelação ao qual você pertence, porque neste grupo, você continua se trabalhando, e ganha forças e proteção interna para que seu trabalho como facilitador se desenvolva com naturalidade, firmeza e conexão.

Mais explicações, datas, valores, programação, etc., acesse este link: https://alexpossato.com/sao-paulo-curso-de-constelacao-2018/

 

Constelador não é conselheiro (vídeo)

 

Gente, voltando à ativa, em relação aos vídeos! Vídeo novo no ar! Deixo uma frase para pensar: “Quando você permite que um ‘conselheiro’ lhe diga o que fazer, está tirando a própria responsabilidade da ação… e das consequências.” Falo neste vídeo que um terapeuta de constelação familiar não é conselheiro, e nem sempre é confortável aquilo que é visto e/ou falado numa constelação… Assim é o processo terapêutico! Assistam! Dê uma curtida no vídeo e assinem o canal!!! Este ano de 2018 teremos muitas novidades!

O filhinho da mamãe: tirando a força do Homem (vídeo)

O filhinho da mamãe é aquele homem que foi criado na “esfera” da mãe, e teve pouca ou nenhuma influência do pai. Isso causa, neste homem, a dificuldade de utilizar os atributos masculinos com eficácia, como a ação, o foco, a capacidade de ir para a vida, a confiança… ao contrário, este homem se torna mais emotivo, cuidador, artístico, criativo, acolhedor… Quando a mãe “orbita” em demasia, carente e frágil! Esse homem terá dificuldade de manter compromissos afetivos, poderá se tornar um namorador, mas no fundo, busca nas outras mulheres uma mãe para ele. Dê uma olhadinha no vídeo! Conto, inclusive, que também me considero “um filhinho da mamãe”, devido à minha história e infância… mas em recuperação!!! Sem brincadeira, é muito bom ao homem, quando ele consegue, internamente, também validar a força e energia do homem, do pai, perceber-se como um homem… é o que falo neste novo vídeo!

Alex Possato

Neste texto, falo um pouco mais detalhadamente sobre o “filhinho da mamãe”: https://constelacaosistemica.wordpress.com/2016/01/19/o-homem-sufocado-pela-mae/

 

 

Sucesso Para Empreender a Si Mesmo! (Vídeo)

 

Que tal olhar para o seu caminho como empreendedor autônomo: bloqueios e recursos? Claro… sob um olhar sistêmico. Será que estou realmente sendo íntegro com o que faço? Minha alma está se expressando ou ainda estou tentando agradar “alguém”? Tenho foco? Objetividade? Força e constância? Suavidade e amorosidade nas minhas ações? Confiança, mas também ação? Sei me expressar ou estou boicotando meu sucesso? Esses assuntos serão naturalmente trabalhados nesta vivência, que já foi um sucesso em Brasília… e com certeza auxiliará você neste caminho para o seu próprio Sucesso como autônomo!!!

Eu e a Luciana estamos contentes em dividir este trabalho com você. Mais informações e inscrição, acesse este link: https://alexpossato.com/sucesso-para-empreender-a-si-mesmo/

Mãe: a cara do sucesso! (vídeo com Alex Possato)

Qual a relação entre a mãe e a sua capacidade de ir para a vida, desafiar-se, demonstrar seus dons e talentos? Por que a conexão com a mãe é fundamental para termos autoconfiança? É o que Alex Possato explica neste vídeo, falando sobre a visão da constelação sistêmica e da necessidade do resgate da confiança em relação à mãe, para que possamos estar bem conosco, e consequentemente, com a vida.

 

 

Alcoolismo: o que há por detrás?

Gente! Um brinde ao meu novo video! O tema? Alcoolismo… Quer saber o que a constelação fala sobre o vício no álcool? Quer entender o meu processo como alcoólatra, e o trabalho para deixar a compulsão? Caminhos para também poder sair do vício? Dê uma olhadinha!!! Tim-tim!!!

Existem diferentes constelações familiares? (video com Alex Possato)

 

Olá, pessoal! Novo vídeo no pedaço… Existem diferenças nas constelações familiares? Quais são elas? Resolvi falar um pouco sobre este tema, já que tantas pessoas às vezes me procuram e falam sobre diversas formas de constelação que viram… Por que isso acontece? Este é o tema que abordei…